O amor não é pop

O pop cresce no rastro do agrobusiness, é a ideologia dominante do capitalismo internacional. O apagão é a política do pop. Ouvidos inteligentes, prestai atenção. Não caiam na conversinha da Globo. O apagão apagou geral. O amor não é pop. Essa é a temática do comentário semanal do sociólogo e professor da UFJF, Gilberto Felisberto Vasconcellos, veiculado no programa Campo de Peixe, da Rádio Campeche, conduzido pela jornalista Elaine Tavares. (29.08)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *