Bolsonaro defende o capital

Na última semana o presidente Bolsonaro se manifestou com relação ao trabalho análogo à escravidão que ainda existem em muitas fazendas brasileiras. Ele disse que não via problema os trabalhadores estarem em lugares insalubres, com roupas sujas e sem espaço adequado. Alegou que isso não significa escravidão e que a propriedade privada é sagrada. O programa Campo de Peixe ouviu o professor Waldir Rampinelli sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *