A privatização do Banco do Brasil

Uma das promessas do governo de Jair Bolsonaro está a um passo de se consolidar: a privatização do Banco do Brasil, o banco público mais antigo do país, criado com a chegada de Dom João VI às terras então colônia de Portugal. O Banco nasceu justamente por que sem um banco público nenhuma nação consegue se desenvolver. Agora, entregar esse patrimônio dos brasileiros às mãos privadas é a prioridade do ministro Paulo Guedes. Não sem razão ele é homem formado nos Estados Unidos e a serviço dos interesses do capitalismo mundial. Conversamos com o presidente do Sindicato dos Bancários, Marcos Silvano e ele fala sobre a importância do banco para os pequenos municípios, para os médios e pequenos produtores, para o empresariado médio e para a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *