Quarentena ou confinamento para a morte?

Mensagem do Movimento de Luta pela Moradia

Nestes dias de luta contra o coronavírus, nós, do Movimento de Moradia, queremos dividir com vocês nossa indignação contra a invisibilidade e falta de medidas governamentais para prevenção das famílias de baixa renda, sem renda e desempregadas, que aumentam ainda mais, nos morros e periferias, com a crise da quarentena no comércio e serviços não essenciais.

Tudo está mais difícil, sem transporte, escola, creche, merenda, sem recursos e agentes de saúde da família, sem novas inscrições no bolsa família, sem seguridade social e sem adequada rede de energia, água e esgoto, de banheiros e cozinhas, sem quartos reserva nos barracos das ocupações, e com isso NÃO TEM COMO GARANTIR PREVENÇÃO NA QUARENTENA RESIDENCIAL, das atuais e novas famílias desempregadas, moradoras dos Bairros Populares, Ocupações Urbanas e das Moradores em Situação de Rua.

Permanecendo esta situação teremos apenas confinamento territorial e social para a MORTE anunciada nas famílias!!!

Enquanto isso, Bolsonaro, irresponsável e ignorante, PROTEGIDO PELO CAPITAL NACIONAL E INTERNACIONAL E RELIGIOSOS CONSERVADORES PERMANECE IMPUNE como Presidente Neoliberal e Fascista, afrontando a soberania do pais e a Constituição, destruindo a economia nacional com seu ódio politico, social e submissão aos interesses norte-americanos, tirando direitos sociais e trabalhistas, e chamando Ato Contra o Congresso e o STF. Sem noção, pessoalmente não cumpre qualquer protocolo de saúde pública.

Nas periferias e morros as CONDIÇÕES PRECÁRIAS, O DESESPERO E REVOLTA crescem, em especial junto as quase 1000 famílias invisíveis de SEM TETOS DAS OCUPAÇÕES URBANAS, nos mais de 300 MORADORES EM SITUAÇÃO DE RUA e nas famílias da Retomada do QUILOMBO VIDAL MARTINS no Rio Vermelho, que lutam pra sobreviver e manter ocupadas suas áreas.

Diante disso, como na campanha de material escolar, que muitos apoiaram para nossas crianças irem as salas de aula, agora solidariamente, de forma humanitária, buscamos encantar apoiadores de fê e luta, cúmplices da esperança, pra MINIMIZAR RISCOS E SALVAR VIDAS DESPREZADAS pelas oligarquias, fascistas, neoliberais e seus governos municipal, estadual e federal.

Assim sendo, estamos solicitando seu apoio com a Campanha de Arrecadação de Cestas Básicas e Fundos para alimentos perecíveis (carne, ovos, frutas, legumes…), produtos de higiene e limpeza, fraldas e recarga de gás, para reduzir o sofrimento de nossos irmãos nas ocupações, comunidade indígena TISAC, quilombolas Vidal Martins e população em situação de rua.

Para tanto você, de acordo com sua possibilidade e espirito solidário, pode fazer doação em material ou se preferir na conta bancaria do Ruy Avila Wolff, componente do nosso Coletivo Ocupações Urbanas.

Titular RUY AVILA WOLFF
Banco do Brasil UFSC
Agencia 1453-2
Conta Corrente 216019-6 CPF 618227959-15

Ao fazer o depósito, favor nos enviar cópia do recibo,via uatizápi (+55 48 9942-1196)  para que possamos ter controle coletivo. As doações em materiais nós organizaremos a coleta pelo grupo voluntário do Coletivo Ocupações Urbanas do Movimento de Luta por Moradia.

Solidariedade não se agradece, mas se reconhece como valor superior ético humanitário, que encantam mentes e corações por justiça social.

PELO FIM DA EC 95 Emenda Constitucional 95 que congelou com TEMER os investimentos em SAÚDE E EDUCAÇÃO por 25 ANOS, a conhecida PEC da MORTE!!

Juntas/os somos fortes na luta por uma Nova Sociedade, Justa, Fraterna, Igualitária e Solidária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *