Dona Bilica Açoriana

Vem aí a produção “ DONA BILICA AÇORIANA “, uma realização da Cia Pé de Vento Teatro e o patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis / Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes / Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Juventude / Fundo Municipal de Cultura 2018.

O projeto foi um dos premiados do Edital Fundo Municipal de Cultura 2018 na categoria “Comemoração dos 270 anos de cultura Açoriana” e será executado neste mês de março especialmente pelos festejos do 345º. Aniversario da cidade.

Criado para fazer uma verdadeira homenagem a nossa identidade e a nossa cultura de base açoriana através da pesquisa desenvolvida pela atriz Vanderléia Will há mais de 20 anos. As apresentações com a hilariante personagem Dona Bilica, acontecerão em escolas municipais e no centro da capital, totalmente gratuito para o público:

  • PUBLICO INFANTIL : 8 apresentações teatrais do espetáculo “Dona Bilica e o boi de mamão em fantoches” nas seguintes escolas municipais.

Dia 26 de março:

1-Região norte – EBM Osmar Cunha- Canavieiras

2- Região norte-EBM Mâncio Costa- Ratones

Dia 27 de março:

3-Região sul -EBM Brigadeiro Eduardo Gomes- Campeche

4-Região sul – EBM Dilma Lúcia dos Santos- Armação Pântano do Sul

Dia 28 de março:

5-Região leste -EBM Antônio Paschoal Apóstolo- Rio Vermelho

6-Região leste – EBM João Francisco Garcez- Canto da Lagoa

Dia 29 de março:

7-Região central – EBM Donícia Maria da Costa- Saco Grande

8-Região Continental-EBM Almirante Carvalhal- Coqueiros

SOBRE O ESPETÁCULO: DONA BILICA E O BOI DE MAMÃO EM FANTOCHES: é um lindo espetáculo de teatro com a personagem Dona Bilica e os fantoches do boi de mamão, baseado em estórias da tradição oral , como manifestações folclóricas e cantigas antigas.

A trama traz a hilariante personagem Dona Bilica e sua companheira atrapalhada a palhaça Pina Blue. Dona Bilica quer contar suas estórias, afinal ela sempre foi uma boa contadora de estórias, seus causos de bruxas são os melhores, mas a Palhaça Pina Blue é muito atrapalhada e não está encontrando o Boizinho, que ela quer mostrar para brincar com as crianças.

As estórias se entrelaçam com a interação das crianças que se tornam ativas e tentam ajudar a encontrar o Boi, mas cadê o Boi? Por que ele não aparece? A instigação leva a criança a entender o que cada personagem do folguedo popular representa e sua imaginação a faz brincar ativamente para desenrolar a trama.

As duas artistas ao final conduzem a platéia a este estado de fazer parte da estória, cantam, ouvem, e pensam o quão rica é nossa cultura e importante respeitarmos nossas tradições.

Vanderléia Will interpreta a personagem Dona Bilica há mais de 25 anos e está pesquisando desde então causos, crendices e contos populares da tradição catarinense, muitas estórias ouvidas por ela, foram passadas de pai para filho e que sobreviveram até os dias de hoje.

Atuação: Vanderleia Will e Fernanda Giacomini.

Direção Artística: Vanderleia WIll

  • PUBLICO ADULTO: 2

apresentações teatrais do espetáculo “Dona Bilica Naquele Tempo” no Teatro da Ubro.

  • Dia 23 E 24 de março:
  • 20H NO TEATRO DA UBRO

SOBRE O ESPETÁCULO : DONA BILICA – NAQUELE TEMPO

Dona Bilica abre as portas de sua  casa para contar como era viver na Ilha antes do progresso chegar. Entre rezas e cantorias ela volta ao tempo dos antigos e relembra a história de sua família, sua infância e juventude, conta causos que ouviu nos engenhos de farinha, histórias de bruxas e assombrações. Sempre com seu humor muito peculiar, Dona Bilica nos lembra de costumes perdidos na memória de uma cidade em constante transformação.

Atuação: Vanderleia Will

Direção Artística: Renato Turnes

Sempre gostei das estórias, do passado, da memória, do antigo. E na arte de interpretar isso me levou a criar uma personagem que é um grito de muitas vontades que tenho desde que comecei a fazer teatro. Com Dona Bilica essas vontades viraram sonhos e os sonhos realidade. Interpreto esta personagem há mais de duas décadas. Com ela aprendi e me aprofundei no  que melhor sei fazer: provocar o riso no outro. E com ela também descobri que provocar o riso, pura e simplesmente, não tem muita graça. O riso é uma ferramenta, e se você souber usar com louvor, pode chegar a lugares intocados e à reflexão sobre muitas coisas “sérias”.

Para criar este novo espetáculo saímos em busca da última geração de moradores que viveram Naquele Tempo em nossa ilha “desassistida” como diz Seu Pedro, um de nossos entrevistados. Procurando expandir o resultado de nossa pesquisa registramos em vídeo nossas andanças e conversas e o processo então se transformou não só em teatro, mas também em um filme documentário.

Com este trabalho poderemos reconhecer nosso lugar, nossos cantares, nossos falares e perceber que nossa cultura é nosso bem mais precioso.

Vanderléia Will

Dona Bilica é uma entidade com vida própria que se apodera do corpo de uma atriz fantástica. Meu trabalho em Naquele Tempo foi ajudá-la a apropriar-se de lembranças antigas gentilmente cedidas pelos senhores e senhoras que visitamos durante a pesquisa. Nos ensaios procurei organizar estas memórias em forma de dramaturgia e criar um ambiente de representação que possibilitasse à atriz comunicar-se com o público de forma simples mas profunda e onde suas ações de caráter cômico se desdobrassem em surpreendentes tons emocionais.

O mais bonito de tudo é que durante o processo eu também me lembrei da cidade da minha infância, do doce dialeto da minha mãe, da velha casa da minha avó. Senti saudades de coisas que eu já havia esquecido. Ao me encontrar com Dona Bilica reencontrei o lugar de onde vim e entendi um pouco mais sobre mim mesmo.

Renato Turnes

 

Sobre Vanderléia Will

Atriz, palhaça, comediante e produtora. Formada em 1994 pela Universidade Estadual de Santa Catarina no curso Educação Artística – habilitação em Arte Cênica.  Integra a Cia Pé de Vento Teatro desde sua fundação no ano de 1998. Na formação como palhaça vem se especializando no decorrer de sua carreira, através de vários mestres como: Gardi Hutter (Suiça), Laura Herts (E.U.A), Leo Bassi (Itália), Leris Colombaine (Itália), Luis Carlos Vasconcelos (Paraíba), Renato Ferracini (Lume, SP).

Pesquisadora de músicas, poesias, ditos e histórias da cultura popular de Florianópolis, é criadora da famosa e hilariante personagem Dona Bilica, que faz muito sucesso há 25 anos, com seu jeito alegre de representar uma típica lavadeira, benzedeira e rendeira da ilha. O trabalho se desenvolve através do imaginário ilhéu: contos, causos e crendices dos habitantes tipicamente nascidos na ilha de Santa Catarina.

Co-realizou, juntamente com Teatro de Anônimo a equipe de produção das 8º.Edição do Encontro Internacional de Palhaços Anjos do Picadeiro, em Florianópolis. Realizou e produziu o 1ºe 2º e 3o. Festival Internacional de Palhaços “Ri Catarina”. Participa como atriz de diversos festivais e encontros de teatro no Brasil e Exterior, participando de debates e palestras relacionadas à gestão, autonomia e trabalho do ator cômico.

INFORMAÇÕES SOBRE A CIA. PÉ DE VENTO TEATRO:

A Cia Pé de Vento Teatro é uma Cia de Teatro profissional, sediada em Florianópolis e atuando no mercado das artes cênicas desde 1999, tem além do repertório de espetáculos e oficinas que fazem sucesso por todo Brasil e exterior, muitos projetos sociais que vem se destacando também pela qualidade e alcance junto a população menos favorecida. Buscamos assim:

  • Democratizar a arte teatral;
  • Formar plateia;
  • Promover a popularização do teatro através da inclusão social da cultura;
  • Privilegiar e conscientizar os estudantes das escolas públicas da rede municipal e

estadual de ensino.

Site:

www.pedeventoteatro.com

www.donabilica.com.br

E-mail:

ciapedevento@gmail.com

Whatsapp: 48 991568920

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *