Agenda da Fundação Badesc

Veja quais são as atividades desses espaço cultural até o dia 16 de dezembro.

EXPOSIÇÃO

Todos os espaços da casa

Schwanke, habitar os incorporais

Abertura em 01 de dezembro, quinta-feira, às 19h.

Visitação até 16 de março de 2017, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h.

Luiz Henrique Schwanke (Joinville, SC 1951 – 1992) depura diferentes referências artísticas em sua produção. Entretanto, não se trata de um procedimento polarizado, mas de uma travessia incessante, uma vez que, aquilo que deveria ser despersonalizado e banido de emoção pelo recurso de materiais industriais, cria constantes tangências com o universo orgânico, o erotismo e a densidade trágica.

Os estóicos chamavam de incorporal tudo aquilo que não podia ser medido ou pesado, quantificado ou que ocupasse lugar. Na mais imensa vastidão do espaço e no mais diminuto instante, no mais íntimo e na mais obscura exterioridade, no mais pulsante e renitente, no que sempre volta e no que sempre escapa, era lá que ele estava.

Tal entendimento se reafirma num texto em que Schwanke considera: Não quero nada com a visualidade, quero o exercício dos sentidos com a imaginação. Nesta dimensão não apenas insere suas investigações e experimentações, mas também se reconhece como parte de uma unidade móvel capaz de acionar um fluxo entre o pensamento e o artista, o artista e a obra, a obra e o espectador, o espectador e o pensamento.

Essa exposição é uma parceria entre Fundação Cultural Badesc e Instituto MAC Schwanke, sob curadoria de Rosângela Cherem.

convite-web_schwanke

EDITAL de exposições 2017

Inscrições até 10 de fevereiro de 2017.

Estão abertas as inscrições para o edital de exposições do Espaço Fernando Beck e do Espaço 2, que vão selecionar projetos para 2017. O regulamento pode ser obtido em www.fundacaoculturalbadesc.com ou retirado na Casa.

LIVROS
Mistérios Perenes

Alvaro Wandelli Filho

Dia 8, quinta-feira, às 19h

O livro reúne a criação poética do autor em torno dos mistérios de nossa existência. Sua matéria nesta obra é o imaterial, em busca das transcendências do espírito. Sua poesia  “é fruto de profundas iluminações, feita de esperança e de generosidade”, conforme escreve o também poeta Rodrigo de Haro, que assina a contracapa e as ilustrações do livro. Alvaro Wandelli Filho é bacharel em Direito, pesquisador dos temas ecológicos e dos antigos impérios indígenas. Foi premiado duas vezes pela Academia Catarinense de Letras e em 2015 tomou posse na Academia de Letras de Palhoça.

lancamento-livro-misterios-perenes

La Radicalidad de la Imagen – des-bordando latitudes latinoamericanas – sobre algunos modos del cine experimental

Sebastian Wiedemann e Florencia Incarbone (editores)

Dia 14, quarta-feira, às 19h

Esta publicação celebra os três anos de existência do projeto Hambre | espacio cine experimental, com textos de autores latinoamericanos que pensam certos estados do cinema experimental a partir da ética e política da imagem. Sebastian Wiedemann é cineasta e atualmente pesquisa no âmbito da filosofia da imagem na UNICAMP. Seus filmes documentais e experimentais já foram apresentados em galerias e mostras internacionais das Américas, Europa e Ásia. O lançamento será precedido por sessão de curtas experimentais selecionados por Sebastian Wiedemann no Cineclube da Fundação.

CINEMA

Paulo Emílio: 1916 – 2016

Dias 15 e 16, a partir das 16h30

Crítico, pesquisador e historiador de cinema, com foco sobre o cinema  brasileiro, Paulo Emílio Salles Gomes completaria 100 anos no dia 17 de dezembro. Com a parceria da Aliança Francesa, o cineclube promove dois dias de mesas de debate e exibições de filmes, contando com  a presença de críticos, professores e pesquisadores de cinema. O evento propõe homenagear a atuação essencial de Paulo Emílio no debate sobre o cinema no Brasil, além de trazer esse debate para a conjuntura de hoje.

 
CINECLUBE

Dia 8, quinta-feira, 19h, XOKE – Arte de Guerra

Corpo-porto

Do coletivo tensoativo. Macapá/AP. 6 min. Videoperformance. Livre.

Sobre o paraíso inabitável ser o próprio corpo

de Lucas Bernardi, Everton Lampe e Dimi Carmolinga. Florianópolis/SC. 2016. 3 min. Videoperformance. 14 anos.

estudo 1: azougue – contaminações sobre o mar

de  Cristiana Nogueira – Macapá/AP. 6 min. Videoperformance. 12 anos.

Antropollofagia

do Coletivo Mapas e Hipertextos. Florianópolis/SC. 2013. 14 min. Videoperformance. 12 anos.

Putrefatio#1 Digestão

de Janaina Carrer. São Paulo/SP. 2014. 10 min. Videoperformance. Livre.

Casulo

de Letícia Rodrigues. Campinas/SP. 2016. 5 min. Videodança. Livre.

Dia 9, sexta-feira, 19h, Psicanálise Vai ao Cinema

Pecados inocentes

(Savage Grace) de Tom Kalin. França, EUA,Espanha. 2007. 97 min. Drama. 16 anos. Com Julianne Moore, Eddie Redmayne e Stephen Dillane.

O nascimento de Tony aprofunda o abismo que há no casamento de Barbara e Brooks. Quando o casal se separa, Tony e sua mãe estreitam os laços em um assombroso desfecho.

Comentaristas: Dilma Beatriz Juliano – Dra. em Literatura/UFSC, docente do PPG em Ciências da Linguagem/Unisul; Tatiane Santana Fuggi – A.P. e integrante do Núcleo de Pesquisa em Psicose/EBP-SC.

Dia 12, segunda-feira, 19h, Cine Aliança Francesa

Coração de espinhos

(Crache Coeur) de Julia Kowalski. França. 2014. 83 min.Drama. Livre. Com Andrzej Chyra, Liv Henneguier e Yoann Zimmer

Trabalhador polonês desembarca na França para procurar seu filho Roman, que abandonou anos atrás. Ele recebe ajuda de Rose, filha de seu patrão, sem saber que irá mudar a vida dos dois jovens.

Dia 13, terça-feira, 19h, Art 7

Adoráveis Mulheres

(Little Women) de Gillian Armstrong. EUA, Canadá. 1994. 110min. Drama, romance. Com Susan Sarandon, Winona Ryder e Kirsten Dunst. Ciclo: Contos de Natal

Durante a Guerra Civil, mãe de 4 filhas está em dificuldade financeira. Quando uma delas adoece, a irmã que mora em Nova York retorna.

Dia 14, quarta-feira, 19h, Desbordando latitudes latinoamericanas

Arribo
de Paz Encina. Paraguai. 2014. 10 min. Experimental. 14 anos.

Triptico B

(Triptych B) de Los Ingravidos. Mexico. 2015. 17 min. Experimental. 14 anos.

Ondas
de Sebastian Wiedemann. Colombia, Brasil. 2015. 10 min. Experimental. 14 anos.

Where to sit at the dinner table?
de Pedro Neves Marques. Portugal. 2013. 30 min. Experimental. 14 anos.

Comentaristas: Sebastian Wiedemann – cineasta documental e experimental; pesquisador na área de filosofia da imagem; Duo Strangloscope (Cláudia Cárdenas & Rafael Schlichting) – artistas que trabalham com videoarte, filmes experimentais, cine expandido, instalações. Curadores da Strangloscope: Mostra Internacional de Vídeo/Filme, Áudio e Performance Experimental.

Dia 15, quinta-feira, 19h, Paulo Emílio: 1916-2016

Curtas-metragens de Humberto Mauro

Cidade de Mariana

Brasil. 1959. 9 min. Documentário. Livre.

A cidade de Mariana é reduto de importante patrimônio histórico, arquitetônico e cultural de Minas Gerais.

Aboio e Cantigas – Brasilianas 3

Brasil. 1954. 10 min. Documentário. Livre.

Aborda as canções que os boiadeiros entoam para acalmar o gado.

Um Apólogo

Brasil. 1939. 14 min. Ficção. Livre.

Adaptação livre – muito livre – do conto de Machado de Assis. Um diálogo entre uma agulha e uma linha.

Cantos de Trabalho – Brasilianas 5

Brasil. 1955. 10 min. Documentário. Livre.

Trabalhadores e trabalhadoras do campo cantam em grupo para aliviar o desgaste do esforço braçal.

Carro de Bois

Brasil. 1974. 10 min. Documentário. Livre.

Os usos e os mecanismos do que foi o transporte mais utilizado no interior do Brasil.

Dia 16, sexta-feira, 19h, Paulo Emílio: 1916-2016 + Cine Aliança Francesa

Zero de Conduta

(Zéro de Conduite) de Jean Vigo. França. 1933. 44 min. Drama. Sem classificação. Com Jean Dasté, Robert le Flon e Louis Lefebvre.

Alunos de escola careta e repressiva se rebelam e instauram perfeita anarquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *